SC Joias Finas

SC Joias Finas
Visite nossa fabrica. Grupo SC Brasil

domingo, 16 de maio de 2010

Elefante velho acaba ficando para trás

Por que o elefante se afasta da manada para morrer?
Isso é lenda. Acontece que esses bichos comem muito capim e folhagem por dia. Por essa razão são nômades. Têm que mudar de lugar para conseguir novas refeições. Quando atingem a idade de morrer, não conseguem mais acompanhar o ritmo da manada e vão ficando para trás. Se um animal novo estiver ferido, seus companheiros são solidários, interrompem a caminhada para cuidar dele e chegam até a ampará-lo para andar. "No caso dos animais velhos, isso não acontece". "Muitas vezes o elefante idoso acaba por se juntar a outros na mesma situação, formando bandos que praticamente não se movem. Eles ficam lá, no mesmo lugar, até morrer".

Porque o artigo? Simples:

Se ao invés de “elefante” você for uma “empresa mal estruturada”; Tome cuidado, o seu legado, com o tempo, irá engordando e se ele ficar muito oneroso você não conseguirá andar e nem receita recorrente para mate-lo. Terá que correr muito e constantemente para conseguir novos clientes. No inicio poderá formar consórcios, dividir carteira, mas quando começar a ficar para trás é por que chegou a hora de repensar ou morrer.

Lembre-se que: por se juntar a outras empresas na mesma situação você formara bandos que praticamente não se movem.

Escuta e põe em prática os conselhos dos consultores externos, pois são profissionais com experiência, se não o fizeres a tua imagem e a tua gestão empresarial ver-se-ão seriamente deterioradas. Não estar, verdadeiramente, informado pode trazer sérios inconvenientes.

A informação atualizada e exata é fundamental para sair com êxito do ataque de competência desleal e assim evitar surpresas desagradáveis.

Não comente os planos estratégicos da empresa com desconhecidos, porque essa inconfidência pode destruir a sua própria organização.

Para se obter o sucesso em um negocio, o empresário deve ficar, sempre, atualizado e ter bom conhecimento do seu mercado, que pode ser traduzido em alguns aspectos fundamentais da condução dos negócios, como, por exemplo:

Conhecer a clientela potencial e quais serviços eles procuram. Avaliar e procurar as melhores fontes para a aquisição dos bens, formação sólida da alta gerencia, prospectar e descobrir as melhores oportunidades de negócios através de um bom network, assumir o risco envolvido no investimento seja recurso financeiro ou humano da sua empresa, conduzir os negócios em meio a adversidades e dificuldades que surgem no dia-a-dia empresarial com cautela e sempre de olho no concorrente.

De maneira simplista, os fatores de sucesso podem ser agrupados segundo três características comuns:

Habilidades Gerenciais – O seu maior produto são as pessoas. Lembre-se que bons colaboradores estão se demitido do chefe e não da empresa. Ter uma figurinha garimbada (profissional conhecido pelo mercado) na sua empresa é sempre uma boa referencia. Tentar reduzir custos e perder a referencia é ficar fora do mercado. Um executivo com poder de decisão dedica, em média, trinta minutos em uma reunião, portanto tenha uma oferta muito bem estruturada, apenas discurso comercial não cativa os possíveis clientes.

Capacidade Empreendedora – Invista no seu produto e nos recursos necessários a sua produção. Invista no CRM seu cliente merece isto.

Logística e Estratégia Operacional – Queimar preço para entrar no cliente com esperança de conseguir outros projetos muitas vezes é dar um tiro no pé. Faça, se você já tiver estudo este cliente e tiver sinalização positiva de novos contratos. De valor ao seu PMO, sem eles muitos projetos estarão fadados ao prejuízo, lembre-se que não existe mais bobo em TI e você não conseguira empurrar o prejuízo ou parte dele para o seu cliente. Pós venda e tão importante quanto o pré venda. Tem em mente que o seu cliente quando te contratou, mesmo não comentando, sempre vai esperar um “mimo” um adicional a mais.

Dentre as principais causas de mortalidade das empresas, podemos destacar: falhas gerenciais, causas econômicas conjunturais, logística operacional, estratégia e políticas públicas.

Silvio Calazans ©2008,scalazans,Brazil

Nenhum comentário:

Postar um comentário