SC Joias Finas

SC Joias Finas
Visite nossa fabrica. Grupo SC Brasil

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Assertividade... Palavra de Ordem

Uma palavra muito utilizada no meio corporativo é “assertividade”. Mas o que é, de fato, ser assertivo? O que vem a ser uma comunicação assertiva? Como a assertividade pode melhorar o ambiente de trabalho? ser assertivo é ir direto ao ponto, é dizer as coisas que têm de ser ditas. “É passar as informações que devem ser passadas de uma maneira clara e objetiva. Sempre, é claro, com respeito e delicadeza,”. Uma das principais falhas de comunicação que existe no meio corporativo é justamente esta falta de assertividade. “Se não houver uma comunicação eficiente, as engrenagens não funcionam da maneira mais eficaz e isso acaba refletindo na produtividade.”
Ela é a base de informações que vão influenciar positiva ou negativamente o resto da empresa. É nesse contexto que entra a assertividade, ou foco para empregar as palavras certas de acordo com o objetivo em questão. Ser assertivo independe de hierarquia.

ENTENDENDO PARA PODER AJUDAR. DEFININDO OS ESPAÇOS.


Submissão
Pessoas submissas passam a idéia de que não importa o que querem, que aceitam tudo dos outros e que o que os outros querem é mais importante do que elas próprias. Não expressam seus próprios sentimentos, necessidades e valores, permitem que os outros ignorem os seus direitos. O “ganho” da submissão seria evitar conflitos e conseguir aprovação do outro. Pessoas submissas tendem a ser vistas como boazinhas e dependentes, apesar de que o preço por esta reputação positiva é o sacrifício da vontade própria pela do outro.

Agressividade
Pessoas agressivas passam a mensagem de que elas próprias importam mais do que os outros. Expressam suas vontades, idéias e sentimentos a revelia dos outros. Pode ferir o outro para conseguir o que querem. São freqüentemente rudes, abusivas e sarcásticas a fim de dominar o outro. O “ganho” é que acabam conseguindo o que querem maltratando outrem. O preço desta postura é não ser gostável e/ou ser tratado da mesma forma agressiva.

Assertividade
Pessoas assertivas comunicam respeito próprio e um desejo de ter suas necessidades atendidas tanto quanto as dos outros. Estas pessoas expressam seus sentimentos, idéias e vontades claramente, lutando para vê-las atendidas, sem machucar o outro. Pessoas assertivas lutam pelos seus direitos e permitem que os outros o façam. Negociam ao invés de se submeter ou dominar.
Os benefícios de ser assertivo é o sentimento de valor próprio, habilidade para manter bons relacionamentos, ao negociar bem, satisfação das necessidades e sucesso em conseguir objetivos na vida. O preço de ser assertivo é que nem sempre será um sucesso e as necessidades nem sempre serão atingidas para não violar os direitos alheios. As pessoas assertivas, às vezes, agirão de forma a não agradar a todos, apesar de não estar diretamente agredindo ninguém.

PERCEPÇÃO ENTRE SUBMISSÃO, AGRESSIVIDADE E ASSERTIVIDADE

Princípio: Conteúdo do Discurso

Agressivo: exigente, incriminador, faz ameaças, impondo seu próprio ponto de vista como certo. Ataca dando ordens quando não apropriado. Decide coisas pelos outros. Pressiona, tentando que as pessoas façam as coisas.
Submisso: repete “desculpe-me” ou “tenho medo”. Evita a raiz da questão. Foge todo o tempo. Coloca-se para baixo. Fala do outro para terceiros. Não diz o que pensa. Concorda com os outros para manter a paz ou ser gostado. Aceita fazer coisas que não quer sem negociar, fazendo-as mal, ressentido ou atrasado.
Assertivo: honesto, aberto e vão ao ponto, dizendo não quando deseja, dando opiniões, elogios e criticas positiva. Reflete sobre retorno (feedback) inapropriado. Afirma o que deseja claramente, gentilmente e firmemente; assume seus diretos e dos outros para então definir o que quer. Defende o que é seu e quem dele depende.

Princípio: Contato Visual

Agressivo: fixo e duro. Olha de cima para baixo
Submisso: evita contato direto no olhar. Olha de baixo para cima.
Assertivo: gentil, direto, relaxado. Está no mesmo nível de olhar, quando possível.

Princípio: Expressão Facial

Agressivo: tenso, dentes cerrados, sobrancelhas franzidas. Expressões de superior, indignada ou brava.
Submisso: sorriso nervoso. Expressão de desculpas ou olhar vazio.
Assertivo: relaxado, aberto, firme e agradável.

Princípio: Tempo (Timing)

Agressivo: interrompendo, não dá tempo para o outro falar. Intimidado sem parar.
Submisso: hesitante, deixando muitos espaços para outros intervir. Fica muito quieto.
Assertivo: colocando ponto de vista consistentemente e deixa os outros falar.

Princípio: Volume, Tônus de voz e Etc.

Agressivo: alto, cortante, firme e ameaçador
Submisso: calado, trêmulo e infantil
Assertivo: relaxado, firme, de médio volume e gentil

A assertividade pode ser vista como uma forma mediana de agir entre a submissão e a agressividade, evitando as dificuldades de ambos.

SEGUE-SE UM EXEMPLO DAS TRÊS DIFERENTES FORMAS DE REAGIR A UMA SITUAÇÃO:

“Você está numa longa fila no caixa de supermercado e espera há um tempo. No momento em que chega ao caixa, um homem com os três itens passa a sua frente e diz que tem certeza que você não se importa que ele pague aquelas coisinhas na sua frente”
Reposta submissa: não diz nada; deixa-o passar e sofre calado.
Resposta agressiva: “você com certeza não tem modos e respeito pelos outros. Estou esperando aqui há um tempão e se você não voltar para o fim da fila vou até o gerente ou te jogo deste recinto”
Resposta assertiva: Você olha direto no olho e diz “Estou nesta fila há um bom tempo e penso que o senhor deve ir para o fim da fila”

Texto Fornecido pela Dra. Marina Grupo Terapêutico

Nenhum comentário:

Postar um comentário