SC Joias Finas

SC Joias Finas
Visite nossa fabrica. Grupo SC Brasil

terça-feira, 6 de julho de 2010

Formigas de "A" a "Y"

As formigas disputavam um cargo dentro do formigueiro. Duas delas resolveram, inicialmente, formar uma aliança buscando ficar em evidência, depois que os outros candidatos fossem eliminados disputariam a vaga entre eles. Para impressionar a rainha, resolveram buscar alimentos no outro lado do rio. Aumentando o Market Share todas às atenções seriam nossas, pensaram!

Escopo, logística, cronograma tudo bem elaborado. Subiram numa folha e se lançaram a jornada, infelizmente esqueceram-se da análise de risco e não calcularam que no meio do riacho a correnteza fosse traiçoeira e logo a pequena folha virou. O projeto “deu água”. A primeira era nova, com boa formação, pós, MBA, excelente currículo, logo ao cair calculou o menor caminho até a margem alcançando rapidamente um pequeno barranco. Tentou por diversas vezes escapar, mas molhada e sem conseguir subir o barranco enlameado, já exausta e acreditando que não havia saída, a pobre formiga desanimou parou de nadar e afundou.

Sua companheira de infortúnio, bem mais velha e apesar de não ser tão bem preparada, era tenaz. Continuou a se debater, a se debater e por tanto tempo que aos poucos o sol foi secando o barro, endurecendo-o. Depois de muito esforço conseguiu subir e dali foi para um lugar seguro. Conseguiu uma boa colheita, voltou orgulhosa para o formigueiro sendo promovido a COO pela sua ousadia e coragem.

Tempos depois, a formiga tenaz, movida pela ambição achou que já era hora de tentar nova promoção para CEO, mantendo sigilo para não ser plagiada buscou a mesma estratégia. Sem um projeto elaborado caiu novamente no mesmo erro. Lá estava ela no meio do riacho. Como já havia aprendido em sua experiência anterior, começou a se debater, na esperança de que, no devido tempo, se salvaria. Na margem, uma formiga nova, ótimo currículo e reconhecida como “Geração Y” percebeu a aflição da companheira, parou para ajudar e gritou: "Tem um pequeno ramo de árvore, nade até lá e agarre-se nele. Deixe a água levá-la para lugar seguro. Não é uma boa hora para arriscar-se". A formiga tenaz não lhe deu ouvidos, afinal não daria ouvidos a uma formiga recém formada, a experiência já tinha lhe ensinado o melhor caminho, baseando-se na sua experiência anterior de sucesso continuou a se debater e a se debater, até que exausta, afundou... afundou no seu próprio ego.

Boas experiências anteriores não significam o sucesso de hoje. Muitas vezes deixamos de notar as mudanças de ambiente e ficamos nos esforçando para alcançar os resultados esperados, até que afundamos na própria falta de visão. Não devemos ignorar o novo ou deixar de ouvir quem está de fora da situação. Num bom formigueiro existe lugar para formigas de “A” a “Y”.

Silvio Calazans (adaptação da fabula "As duas moscas") ©2010,scalazans,Brazil

Nenhum comentário:

Postar um comentário